Resenha | Battle Royale - Koushun Takani


Uma turma com 42 alunos é colocada dentro de uma ilha onde apenas um deles pode sair vivo (alguma semelhança com Jogos Vorazes?). Nascidos em um país totalitário, o programa que os faz se matarem tem como objetivo estudar o comportamento de tais em alunos em situações extremas.

Apesar da quantidade de páginas que no início assusta muita gente, o livro não se torna cansativo em nenhum momento. A escrita de Takani torna a leitura muito fluída e agradável (por mais que o assunto abordado no livro não seja tão agradável assim).

Outro ponto importante a ser citado é que apesar da existência de tantos personagens, acompanhamos a morte de cada um, enquanto o autor fazia questão de nos mostrar um pouco da história de cada aluno pra logo depois matá-lo.

"Mentiras são necessárias para o mundo continuar girando de forma harmoniosa"

Como não poderia deixar de falar, a semelhança com a trilogia Jogos Vorazes de Suzanne Collins é absurda, e claro que ela ter se inspirado em Battle Royale é uma opção, mas ainda assim Jogos Vorazes tem suas singularidades, já que em Battle Royale o livro inteiro se passa dentro da ilha. Enquanto Jogos Vorazes mostra tanto o interior quando o exterior da arena.

Então se você é um tributo não deixe de ler Battle Royale e ter uma noção de como os jogos podem ser mais sangrentos. E se você é um fã de Battle Royale, vale muito a pena dar uma chance a história protagonizada por Katniss Everdeen.


Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes