Resenha | Legião - Robson Pinheiro


Nada como viajar na mais profunda escuridão e olhar através de outros olhos como tudo acontece. No primeiro livro da Trilogia do Reino das Sombras viajamos com Ângelo Inácio ao lugares mais negros da outra dimensão.

A missão começa quando o médium Raul aceita o chamado para a missão de viajar para as dimensões mais densas que ficam do lado de lá. Desdobrado ele vai junto ao Pai João e a Ângelo Inácio rumo à lugares que pra muitos, inclusive para ele eram desconhecidos.

Logo no começo nos deparamos com criaturas que para nós são nojentas ou que nos causam medo, como baratas, aranhas e escorpiões, frutos de um pensamento perturbado e desorientado por parte do indivíduo que o carrega. Com isso vemos o quão é importante controlarmos nossos pensamentos e sempre tentar mantê-los bem.

Continuamos a viagem e chegamos ao encontro de jovens que estão divertindo-se ao saírem de um festa, mas com eles caminham inúmeros espíritos que estão ali apenas para sugar-lhes a energia vital que estão emanando naquele lugar que carrega uma "áurea" extremamente pesada.

Chegamos aos cemitérios e vemos os desesperados espíritos que ainda tentam de todas as formas voltarem aos seus corpos ali enterrados, e lá que também conhecemos os guardiões conhecidos como caveiras, responsáveis pela segurança daqueles espíritos e muitas vezes vistos como espíritos ruins por carregarem no peito o símbolo de uma caveira.

A missão continua aos poucos e é alternada entre capítulos inteiros de explicações que nos fazem refletir e entender tudo o que está acontecendo ali. Legião além de tudo isso quebra tabus que nos são ditos desde nossa infância e nos mostra o trabalho dos guardiões.

Chegamos depois de mais 400 páginas ao núcleo da terra, e através dos olhos de Ângelo Inácio, podemos assistir a uma reunião dos senhores das trevas, e ali começarmos a ter um pouco de conhecimento sobre o que está e o que poderá acontecer.

Para muitos livros espíritas cabem apenas para os que seguem tal religião, mas mesmo que você não siga o espiritismo este livro vai fazer você ter a melhor viagem de ficção científica que você pode ter na vida, com direito a laboratórios e explicações extremamente detalhadas sobre os mais diversos equipamentos relacionados a ciência e a física.

Eu particularmente adoro a ideia dos guardiões protetores da humanidade, que sempre estão a disposição do Mago Branco para missões de resgate e proteção dos espíritos que ainda não conseguiram atingir o conhecimento naquele novo mundo.

"Liberdade significa responsabilidade e a obrigação de arcar com as conseqüências de suas escolhas e de seus atos."


Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes