J.K Rowling Fala Sobre Caldeirões no Potttermore



Novidades de JK Rowling 
 Caldeirões já foram usados tanto por trouxas e bruxos, como recipientes para cozinhar, grandes e de metal, que podem ser suspensos sobre o fogo. Em tempo, pessoas mágicas e não-mágicas passaram a usar fogões; panelas passaram a ser mais convenientes e caldeirões passaram a ser de domínio unicamente dos bruxos e bruxas, que continuaram a preparar poções neles. Uma chama viva é essencial para o preparo de poções, o que faz o caldeirão o recipiente mais prático de todos.

Todos os caldeirões são encantados para ficarem mais leves de se carregar, já que são mais comumente feitos de chumbo ou ferro. Invenções modernas incluem variedades de caldeirão como o auto-mexível e o desmontável, e recipientes de metais preciosos também estão disponíveis para o especialista ou aquele que quer aparecer.

Pensamentos de JK Rowling

Caldeirões tiveram uma associação mágica por séculos. Eles aparecem por centenas de anos em imagens de bruxas e também são onde supostamente os leprechauns guardam seus tesouros. Muitos contos do folclore e de fadas mencionam caldeirões com poderes especiais, mas nos livros de Harry Potter eles são uma ferramenta até que mundana. Eu cheguei a considerar em fazer a relíquia de Helga Hufflepuff um caldeirão, mas havia algo meio cômico e incongruente em fazer uma Horcrux tão grande e pesada; eu queria que os objetos que Harry tinha que achar fossem menores e mais fáceis de carregar. Entretanto, um caldeirão aparece nas quatro joias míticas da Irlanda (seu poder mágico era que ninguém fosse embora insatisfeito) e na lenda dos Treze Tesouros da Grã-Bretanha (o caldeirão de Dyrnwch, o gigante, cozinharia carne para os homens corajosos, mas não para os covardes).

Traduzido por: Juliana Torres em 14/12/2014.
Revisado por: Daniel Mählmann em 14/12/2014.

                                                                                                                                                                    

Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes