Resenha | Elevador 16 - Rodrigo de Oliveira


Estamos nos acostumando cada vez mais com as histórias protagonizadas por zumbis, sejam eles lentos como os de George Romero ou rápidos como os de Resident Evil. Os zumbis ainda não dominaram nosso mundo, mas com certeza começaram a morar em um lugar especial em nossa mente.

The Walking Dead por exemplo muito antes de ser um sucesso na TV, já deixava muita gente vivendo um pesadelo através dos quadrinhos de Robert Kirkman, e não demorou muito pra se tornar um sucesso através dos livros escritos pelo próprio Robert Kirkman e Jay Bonansinga.

Mas estamos acostumados àqueles zumbis que destroem os EUA, afinal as histórias de maior sucesso tendem a partir de escritores americanos. Mas como você se sentiria lendo uma história que se passa no seu país? Com certeza você ficará um pouco mais receoso em imaginar um zumbi quase no seu quintal. E é isso que Rodrigo de Oliveira traz pra gente, uma história de zumbis pertinho da gente, tão perto que podemos sentir o cheiro forte de sangue.

A história tem seu início dentro de uma empresa de programação em São Paulo que recentemente fechou um grande contrato e que pra poder cumprir o prazo de entrega está colocando os funcionários para trabalharem todos os dias, até mesmo de madrugada.

Em um sábado a rotina segue normal para muitos deles, mas quando decidem ir almoçar, tudo toma um rumo diferente. 16 pessoas entram em um elevador, aguardando ansiosamente sua chegada ao térreo para poderem almoçar quando de repente o elevador para e 10 pessoas desmaiam sem motivo aparente. As seis pessoas que permanecem acordadas tentam decidir o que fazer, e enquanto isso um dos desmaiados acaba acordando, mas ele está diferente, seus olhos estão completamente brancos, e ele tem fome muita fome.


Como eles vão escapar se aquelas outras nove pessoas acordarem? Isso você só poderá saber lendo o livro e encarando o medo de ter um apocalipse zumbi ai pertinho de você.

Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes