Resenha | A Maldição do Tigre - Colleen Houck


A Maldição do Tigre foi um dos raros livros que comprei pela capa. Sei que julgar um livro pela capa muitas vezes pode ser desastroso, você pode perder uma história maravilhosa, ou adquirir uma que só lhe traz arrependimento. Com A Maldição do Tigre foi um pouco dos dois.

Kelsey é uma garota que acabou de sair da escola e precisa de dinheiro para manter seus estudos na faculdade, e ela acaba encontrando um emprego temporário no circo que está na cidade. Quando chega ao circo, Kelsey começa a exercer suas simples tarefas, vender ingresso e, depois dos espetáculos ela limpa toda a sujeira. Mas durante a última apresentação da sua primeira noite no circo, ela se depara com um tigre branco, e mesmo sem perceber ela começa a se apegar cada vez mais a ele.

Tudo começa a acontecer muito rápido a partir daí. O circo acaba recebendo a visita de um homem chamado Sr. Kadam, que veio disposto a comprar o tigre e levá-lo de volta a uma reserva na Índia.

"Se os tigres têm alma, e acredito que tenham, imagino que a dele seja triste e solitária."

Kelsey fica feliz em saber que Ren poderá viver em liberdade depois de tantos anos passando de circo em circo. Quando já estava pronta pra se despedir do tigre ela recebe uma proposta do Sr.Kadam, ir junto com ele e Ren até a Índia, pra que ele ficasse calmo já que estava acostumado a ela.

Ela acaba aceitando o convite e depois de algum tempo na Índia descobre que Ren na verdade é um príncipe que foi amaldiçoado a mais de 300 anos e que só pode ficar na forma humana por 24 minutos a cada 24 horas, e só ela pode ajudar a quebrar a maldição.

O livro tinha tudo pra ser perfeito, mas Collen Houck perdeu a mão na história, tornando-a maravilhosa em alguns momentos e extremamente monótona em outros. O folclore indiano é muito bem abordado na trama, mas o romance que começa a existir entre Kelsey e Ren acaba com qualquer aproveitamento que se possa ter da aventura que eles vivem.

"Aqueles olhos eram hipnóticos. Eles se fixaram em mim, quase como se o tigre estivesse examinando a minha alma."

Como disse no início, A Maldição do Tigre foi impecável nos momentos de aventura e fantasia, mas me deixou extremamente decepcionada quando abordou um romance que não tinha motivos pra existir, ou seja, aqueles amores que surgem como uma fumaça, e com os momentos entre os dois que são cansativos ao ponto de você precisar parar um pouco antes de continuar.

Para não ser injusta, os momentos entre Ren e Kelsey que são dignos, são os momentos em que ele está em forma de tigre, porque são apenas nesses momentos que Kelsey se torna mais interessante enquanto brinca e conversa com ele.

Se fosse um filme, poderíamos encaixá-lo em uma aventura bacana, com um mistério encantador, mas com uma carga de comédia romântica que ultrapassa o necessário. Lembrando que será filme sim, e que os direitos foram comprados pela Paramount.


                                                                                                                                

Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes