Resenha | Magnus Chase e a Espada do Verão - Rick Riodan



Quanta saudade eu estava do Rick Riodan e de seus heróis cheios de sarcasmo e coragem. É impossível não querer uma nova história criada por Rick. E por isso a resenha vai começar falando mais da escrita dele,

Pra quem ainda não leu Percy Jackson, por favor leia a serie inteira dele antes de começar a se aventurar por outros universos de Rick. Não que os outros livros escritos por ele não sejam bons, pelo contrário, são tão maravilhosos quanto Percy. Mas como a maioria das pessoas está acostumada a mitologia grega, fica bem mais fácil de começar por ai.

Rick tem um jeito incrível de nos trazer mitologias, seja ela grega, egípcia, e agora, nórdica. Quando soube desse novo lançamento, fiquei ansiosa, e como milhões de outras pessoas, eu pensei que Magnus Chase seria filho de Thor, afinal, é um dos deuses nórdicos mais conhecidos, mas não foi bem isso que aconteceu, e a surpresa começou dai.

Magnus Chase é um semideus filho de Frey, um deus nórdico que eu nunca tinha ouvido falar, mas que se tornou infinitamente interessante depois de ler esse livro. Frey é um deus vanir, patrono da paz, prosperidade e fertilidade, então imaginem o que Magnus consegue fazer.

Magnus mora nas ruas de Boston desde o falecimento de sua mãe, que morreu tentando protegê-lo. Quando completa 16 anos, ele descobre que existem pessoas que estão a sua procura, e querem sua mortes, o que não demora muito pra acontecer,

Depois de lutar contra o gigante do fogo Surt, Magnus tem sua alma levada a Valhala por Sam, uma valquíria que considerou sua morte honrosa e acabou decidindo que sua alma era digna de fazer parte do exército que lutará ao lado de Odin no Ragnarok.

Outra surpresa foi descobrir que Magnus não é um guerreiro nato, afinal seu pai não era um guerreiro. Mas ele é capaz de coisas incríveis, como se curar em uma velocidade fora do normal, e curar qualquer outra pessoa usando os dons herdados de Frey.

Neste primeiro livro, Magnus precisa não apenas encontrar a espada do verão que passou anos perdida no oceano, como protegê-la de Surt, o gigante que pretende soltar o lobo Fenrir para dar início ao Ragnarok.

Rick não perdeu a mão nesse novo livro, na minha opinião até melhorou, afinal o perfil de Magnus é bem diferente de Percy, não em relação ao sarcasmo até porque os momento de humor do livro são os melhores.

Se vale a pena encarar essa nova série de Rick? O que você achou daquela parte que o Magnus....


Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes