Resenha | Se Eu Ficar - Gayle Forman



Eu particularmente não sou  fã de romance, seja ele qual for eu já sinto uma repulsa só de imaginar toda aquela história piegas e chata que vai vir com nomes diferentes. Muitas vezes eu sinto que já escreveram a mesma história de tantas formas diferentes, que chegará um momento em que só farão a alteração dos nomes. Sem falar que na metade do livro eu fico sabendo do final, e eu odeio descobrir finais antes terminar o livro.

Mas alguns são bacanas, em alguns desses livros os autores conseguem  me surpreender com uma história diferente, que vai muito além daquela mesma história de sempre. E isso só acontece porque eles  decidem abranger algo além das declarações clichês, e é isso que torna essas histórias extremamente melhores.

O problema é que as pessoas leem livros de romance e só enxergam o casal. Só enxergam os pombinhos que superam tudo pra ficarem juntos no final. 

Se Eu Ficar é um dos pouquíssimos romances que me deixou presa, que me conquistou de uma forma que nenhum outro foi capaz, e tudo isso se deu porque ele rompe as barreiras do amor entre o homem e mulher, e mostra o amor dentro da família.

Ele não conta a história de Mia e Adam, ele conta uma história completa, assim como a nossa. Afinal qual vida se resume apenas a nós e nossos amores?

Ele conta a história da garota que tinha tudo que todos nós sonhamos; pais incríveis, um namorado perfeito, e uma melhor amiga fantástica. Então, de repente um acidente tira de Mia tudo que ela tinha de mais valioso na vida, sua família. 


“E é isso não é? É assim que fazemos para lidar com a perda. Porque o amor nunca morre, ele nunca vai embora, nunca some, enquanto você segurá-lo.”

O tempo passa e ela tenta de todas as formas permanecer ali, ser forte e suportar tudo pelo irmão que continua em coma. Então, como se o mundo estivesse decidido a expressar todo seu ódio, seu irmão se vai. 

Depois disso o estado dela piora, e aos poucos a força dela vai se esvaindo até não querer mais lutar. E quem somos nós pra julgar alguém que perdeu tudo? Seu avô decide lhe dizer que ficará tudo bem se ela partir, que ela não precisa mais lutar.

Então vem a Kim sua melhor amiga, pra dizer que todas aquelas pessoas que estão esperando notícias dela por dias estão ali por ela, e que apesar de tudo ela ainda tem uma família.

Um do melhores livros que já li na vida. Que sim é um romance, mas que é muito mais que isso, é uma história que poderia ser a minha ou a sua, uma história que nos faz pensar em até que ponto teremos força pra permanecer aqui quando não tivermos mais nada pelo que viver.

Share this:

3 comentários :

  1. Mds que resenha '0' ela mexe com a gente serio, ai depois de tudo nós pensamos assim: até que ponto teríamos força a continuar se já perdemos tudo?

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou. Esse livro mexeu muito comigo.

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei essa resenha, confesso que arrepiei. Parabéns!

    ResponderExcluir

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes