Crítica | Pixels

Nos anos 80 os primeiros fliperamas foram lançados e essa era a diversão de muitas crianças,. Algumas dessas crianças eram Sam Brenner (Adam Sandler) e William Cooper (Kevin James) que resolveram ir à inauguração dos primeiros fliperamas da cidade. Lá Sam descobriu a única coisa que ele era bom na vida e isso era jogar videogames, nesse mesmo dia Sam e Eddie conheceram Ludlow Lamonsoff (Josh Gad) que se tornou um de seus amigos.

William não era bom em nenhum jogo do fliperama, mas era bom naquelas maquinas que tem uma garra para pegar prêmios. Em uma de suas tentativas William conseguiu pegar uma mascara do Chewbacca o fiel amigo do Han Solo no universo de Star Wars e ao conseguir a mascara também conseguiu um convite para uma competição de videogames que ia ter na cidade.

Na competição o prefeito falou que a mesma seria filmada para que os vídeos fossem entregues a NASA, que iria juntar outros vídeos mostrando nossos costumes e nossa cultura e assim seria enviado para o espaço a procura de vida, o que ninguém imaginava era que os Extraterrestres não interpretaram  isso como um convite amigável, mas sim como um desafio de guerra.


O filme conta com a participação de Ashley Benson, nossa famosa Hanna Marin da serie Pretty Little Liars interpretando o papel de Lady Lisa, sem falar de Peter Dinklage o nosso famoso Tyrion Lannister da renomada serie de George R.R.Martin, Game of Thrones. Engraçado, Pixels  é um filme para ser visto com a família ou com os amigos.

Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes