Resenha | O Demonologista - Andrew Piper

"O rio é a divisa entre este lugar e o Outro Lugar. E eu estou do lado errado"

O Demonologista foi um dos livros mais aguardados para os que como eu amam esse gênero, além de o título ser completamente atraente, críticas como as de Stephen King e Gillian Flynn me fizeram ficar cada vez mais curiosa por essa obra.

David Ullman é um professor universitário que detém um conhecimento aprofundado do poema Paraíso Perdido  de John Milton. Seu trabalho como professor de literatura é defender a real interpretação de tal poema.

Certo dia, ao voltar de uma de suas aulas, David é abordado por uma mulher que ele chama de Mulher Branca, ela lhe oferece um trabalho em Veneza, falando que seu conhecimento é tudo que ela precisa pra esse trabalho, e oferece uma quantidade considerável de dinheiro pela realização do mesmo.

David não aceita a proposta logo, mas não demora muito a decidir que viajar com sua filha Tess para Veneza seria uma grande oportunidade para passar mais tempo com a garotinha que lembra tanto ele mesmo. Mas ao chegar lá, ele descobre que o trabalho não é algo comum, e assustado decide voltar para Nova York, o problema é que o empregador da Mulher Branca toma o corpo de Tess e a leva embora.

Uma mistura de O Exorcista com Código da Vinci, o livro nos leva de Veneza ao Canadá, que possui personagens que se tornam parte de você, e momento que fazem tremer até o mais corajoso dos homens.

Deve-ser mencionada também a dedicação no trabalho gráfico por parte da editora Darkside, que sempre nos deixa extremamente felizes com resultado final. A capa é dura com uma lombada de efeito desgastado, e com letras que nos dão a sensação de manusear um livro realmente antigo.

Se ainda tiver coragem, mergulhe no mundo onde o demônio quer ser visto e fará de tudo pra isso.


Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes