Resenha | A Febre - Megan Abbot

"Nada nunca acontecia naquela cidade, até o dia em que aconteceu."

Assim como nos filmes, livros baseados em histórias reais também nos deixam com uma curiosidade mais aguçada que o normal. E quando você conhece a premissa de "A Febre" é impossível não se perguntar se aquilo é realmente possível na vida real. Não apenas é possível, é simplesmente assustador,

Deenie chega a escola em uma terça-feira qualquer e não vai até o armário de Lise, algo dizia que se Lise a visse ela saberia o que aconteceu. Quando estão na sala de aula tudo acontece normalmente até que de repente Lise cai da carteira e começa a se debater no chão, Seus olhos revirados, seu corpo em ângulo completamente estranho, ninguém faz ideia do que está acontecendo.

As fofocas começam a se espalhar pela escola, enquanto Deenie conversa com Gabby sobre o que aconteceu a Lise, mas é impossível conversar normalmente com Skye sempre por perto, aquela garota tinha alguma coisa de errado.

"Demônios tinham aparecido no escuro junto com a famosa névoa de Dryden, que cobria toda a cidade, e possuído sua esposa gentil, encantadora e inteligente. Logo viriam atrás da filha."

No dia seguinte durante uma apresentação no auditório da escola Gabby tem seu pescoço jogado para trás, e por um momento todas as pessoas as pessoas poderiam jurar que ela não tem cabeça. Sua mãos seguram o violoncelo com violência enquanto ela grita que está tudo bem.

Os dias se passam e cada vez mais garotas começam a sentir sintomas diferente para o que parece ter um mesmo motivo, Deenie não aguenta mais ficar sem notícias de Lise. Tom, pai de Deenie não faz ideia de como pode ajudar a filha.

A Febre traz histórias de famílias destruídas e de traumas emocionais fortes, o que em algum momento pode se tornar o motivo para as convulsões, Mas nada tem realmente uma base de verdade, afinal nem todas as meninas que não tinham mãe ou pai eram infelizes.

Perturbador, surpreendente e marcante, essa história vai despertar seus medos mais secretos, e fazer você se sentir como uma dessas garotas, incapazes de controlar o próprio corpo e enxergando coisas que apenas você consegue ver.


Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes