Resenha | Os Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos - Cassandra Clare


Lançado em 2010 no Brasil, Cidade dos Ossos é o primeiro livro da saga Instrumentos Mortais da autora Cassandra Clare. A saga completa vendeu cerca de 15 milhões mundialmente, e também rendeu um filme lançado em 2013 e uma série pela Netflix titulado “Shadowhunters” que teve sua estréia esse ano e já teve sua próxima temporada confirmada para 2017.

Eu vi muitas criticas ruins em relação ao filme e a série, espero que comecem a melhorar para agradar a todos e não cancelarem novamente. Os fãs agradecem!

Para quem ama livro físico como eu, as primeiras edições da saga aqui no Brasil são com capa holográfica, lindas!

O livro é escrito em 3ª pessoa e começa na entrada de uma balada chamada Pandemônio, onde Clary e seu amigo Simon estão esperando para entrar. Lá dentro, por acaso ela encontra Jace Wayland, Isabelle Lightwood e Alec Lightwood, e acaba descobrindo outro mundo: O mundo das sombras.
Amar é destruir e ser amado é ser destruído

Após sua mãe ser levada por Valentin, Clary descobre que na verdade não é uma Mundana e sim uma Caçadora de Sombras, o que foi escondido dela sua vida toda. Agora para salvar a vida de Jocelyn Fray, sua mãe, Clary e os outros Caçadores de Sombras vão atrás de suas memórias, que foram roubadas dela para sua própria proteção.

O livro que inicia a saga Instrumentos Mortais é cheio de aventura e ao desenrolar da história temos um romance entre Clary e Jace, e um pequeno ciúme pela parte de Simon que é apaixonado pela amiga. Mas o final é inesperado e pretende deixar o jovem casal bem abalado.

O melhor do livro é como a autora descreve cada um de seus personagens, como os cabelos ruivos de Clary, o jeito arrogante de Jace, e até mesmo os olhos de gato de Magnus Bane. Cassie (como seus fãs a chamam) consegue transmitir com vários detalhes o enredo, criando um mundo onde podemos descobrir e nos aventurar.


Share this:

6 comentários :

  1. Oiii, tudo bem?
    Por mais que tua resenha tenha ficado maravilhosa, pularei a dica porque realmente não sou chegada nessa série. ótima resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Olá Angélica!
    Adorei sua resenha porque quero muito ler essa saga e infelizmente (geralmente) só encontro as resenhas dos volumes mais recentes (acho que estou atrasada rsrsrsrs) ;)
    Parabéns pelo blog... beijokas

    ResponderExcluir
  3. Oi, como vai?

    Parabéns sua resenha ficou excelente, mas, sou obrigada a passar desta vez, não sou chegada em séries e no gênero também não. Leria com toda certeza, mas no momento não. De qualquer forma. Obrigada pela dica!

    http://www.cristinadeutsch.org/
    Saudações literárias.
    Beijos no ♥

    ResponderExcluir
  4. não vi a série nem o filme, mas realmente já falaram mal horrores de ambos, pois ficaram mal adaptados... quanto ao primeiro livro tentei ler mas não fui além do primeiro capítulo, achei a escrita monótona xD
    não foi uma leitura que me cativou, então desisti da série...
    bjs...

    ResponderExcluir
  5. Eu vi nem a série, nem o filme e, para ser sincera, o livro não me interessa muito. As capas holográficas são mesmo magníficas! Espero que não cancelem a série mesmo, afinal, para quem gosta seria muito chato. A dica eu deixarei para a próxima! ;)

    Tatiana

    ResponderExcluir
  6. Olá, ainda não vi falar nada da série, mas muitas críticas ao filme, sim. Quanto ao livro, de tanto falarem bem dele eu tive que comprar e já li o primeiro da saga, e te digo que não sou a maior fã do gênero, mas a escrita da aturora realmente nos conquista e concordo com você quanto aos personagens que são muito marcantes. Bjs

    ResponderExcluir

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes