Resenha | Surpreendente - Mauricio Gomyde


"Quem tem um porquê, enfrenta qualquer como"

Nada melhor que expectativas, ou melhor dizendo, a falta delas. Surpreendente é um livro que de início não tinha chamado minha atenção. Não fui a procura de saber do que se tratava e não esperava que fosse lê-lo, mas tudo colaborou pra que eu experimentasse a sensação que é ler esse livro.

O livro conta a história de Pedro, um garoto formado em cinema e que ama a sétima arte. Ele sofre de uma doença que degenera sua visão aos poucos, mas o avanço da doença parou em um determinado momento, mas ainda assim ele não possui a visão periférica, e apenas 70% da central.

Pedro sempre sonhou em em ganhar um Cacau de Ouro, mas pra isso ele precisa de uma boa história, e com seu bloqueio criativo não fica muito fácil. Além desse sonho, Pedro também tenta de todas as formas manter seu Cineclube em funcionamento. Todos os dias em que ocorrerão apresentações ele fala antes e depois da exibição do filme.

"Se a gente ficasse de ponta-cabeça, poderia dizer que as estrelas são a cidade e a cidade as estrelas"


Um personagem cativante, que rouba seu coração apenas por possuir um enorme. Pedro faz de tudo pra ajudar a todas as pessoas, ele sempre enxerga as coisas boas da vida, isso por ter permanecido com seus 70%. Não tem como ficar sem sorrir, ou não pensar em determinadas atitudes de Pedro, é como se ele nos estivesse ensinando através de sua própria experiência.

A leitura de Surpreendente é tão leve e fluída que é impossível parar antes de terminá-lo. Gomyde entrou para a lista dos melhores autores brasileiros com essa obra prima escrita com tanto carinho. 

Existem inúmeras formas de sentir a presença de espírito de um autor ao ler sua obra, e a da Gomyde é como ler nas estrelas. A doçura de suas palavras, a simplicidade dos acontecimentos, o desenvolvimento de cada personagem, tudo colaborou para um final excepcional.

"...se uma pessoa passar toda a existência sem fazer algo realmente excepcional por um amigo, a vida não terá valido a pena"

Além de tudo, o livro une o que há de mais amor na minha vida, cinema, literatura e música. Não tem como não se entregar as músicas citadas em cada momento, escutá-las só torna essa experiência mais completa. Indicações de filmes não faltam, e depois de terminar Surpreendente minhas lista cresceu bastante, só espero conseguir enxergar além, assim como Pedro.

Nunca pensei que ficaria assim ao final desse livro, certamente expectativas não são bem vindas em determinados momentos, e isso foi o que tornou esse livro realmente Surpreendente.



Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © Free Time. Designed by OddThemes